Inovar não é mais questão de escolha

Recorte de Entrevista para a SuperVarejo – edição maio/2021

arius face

CONVENIENCIA MAXIMA

NA OPINIAO DO ENGENHEIRO ELETRONICO ROGERIO ALEGRUCCI, especialista em tecnologia para o varejo e diretor-executivo da Arius Sistemas, qualquer que seja a inovação no setor supermercadista, ela deve ter dois pilares: a observação de tendências a longo prazo (comportamentais, de negócios, colaborativas) e tecnologias emergentes para a resolução de problemas correspondentes a essas novidades. “A pandemia fez com que as pessoas passassem a trabalhar de casa, mas essa é uma mudança de comportamento que deve se estender num cenário pós-Covid-19. Por isso, o varejo deve se preparar para facilidades tecnológicas que possam suprir as necessidades de conveniência e praticidade dos shoppers”, avalia. 

Ressalta, ainda, que a implementação de containers, a exemplo do Enxuto, e de lojas automatizadas em condomínios, como o projeto Hirota em Casa, deve se tornar cada vez mais comum. 

Ele ainda aponta que tecnologias como a internet das coisas, IA (Inteligência Artificial), RV (Realidade Virtual) e RA (Realidade Aumentada) devem ampliar a experiência decompra dos clientes num futuro bem próximo, permitindo inovações como apontar o celular para um produto numa gôndola, por exemplo, e ter à disposição uma receita ou mais informações sobre qualquer item do supermercado.

 

ALEGRUCCI, DA ARIUS: CONTAINERS E LOJAS AUTOMATIZADAS EM CONDOMÍNIOS DEVEM SE TORNAR MAIS PRESENTES NO VAREJO

Quer conhecer mais sobre a Arius? Cadastre-se abaixo:
Comentários